Conseguimos o embargo interrompendo todas as relações comerciais militares que Israel mantém com o mundo, dificultando a aquisição ou venda daquilo que viola os Direitos Humanos do povo palestino. Os embargos militares foram reconhecidos como instrumentos legítimos na diplomacia internacional e estão alinhados com a demanda por menos gastos militares, mais regras e supervisão no comércio de armas e o fim do comércio militar com Estados que violam os direitos humanos.

Alcançaremos o embargo militar a Israel pressionando diretamente as empresas com ações não violentas, encerrando acordos de pesquisa, mobilizando organizações da sociedade civil e exigindo que os governos tomem medidas eficazes. Para atingir este objetivo geral devemos partir de pequenas ações, que acumulem capacidade, até alcançar grandes vitórias. Faremos isso coordenando todas as organizações que constroem esse movimento, para que você possa se comunicar com a mais próxima aqui.

Nesta seção você descobrirá como organizar campanhas, desde universidades e centros de pesquisa, desde organizações sociais e como fazer com que os governos tomem medidas eficazes.